1. Gestão Urbana
  2. »
  3. Notícias
  4. »
  5. Capital investirá R$ 58...
 

11/06/2019

Capital investirá R$ 58 milhões para reparar calçadas e calçadões da região central

Obras devem ser iniciadas no segundo semestre de 2019



A Prefeitura de São Paulo irá investir aproximadamente R$ 58 milhões para recuperar as calçadas e calçadões de uma área de 60 mil metros quadrados na região central da capital. A medida foi anunciada na manhã desta terça-feira (11/06) durante uma vistoria do prefeito Bruno Covas a um projeto-piloto de pavimento que foi feito na Rua Doutor Miguel Couto. “Vamos substituir todo o piso, mobiliário urbano e iluminação da região central. É uma requalificação desse trecho da cidade dentro de um projeto maior que o de requalificar a área central como um todo”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Chucre.

No projeto-piloto foram testados dois tipos de pisos para definir qual seria o mais adequado no processo de requalificação do centro. Um com concreto armado moldado in loco e outro com placas de cimento pré-fabricadas.

“Optamos pela utilização de placas pré-moldadas. A aplicação de placas facilita a manutenção ao longo dos anos, evitando o aspecto de piso remendado nos reparos que são feitos de maneira inadequada por concessionários”, destaca o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Chucre.

A ação também prevê reparos em toda a infraestrutura da região central com uma atenção especial para drenagem e a implementação de canaletas técnicas para questões de telecomunicações.

“Vamos organizar a infraestrutura subterrânea para reduzir a quebra. O grande problema que nós temos hoje é o excesso de quebra feito, especialmente, pelas concessionárias que geram um problema nos pisos”, afirma o secretário.

Após o período de testes, o projeto executivo será elaborado e será aberto o processo de licitação. As obras devem ser iniciadas no segundo semestre de 2019.

R$ 400 milhões na recuperação de calçadas

Calçadas com superfícies regulares, piso antiderrapante e sem obstáculos. Esta é a meta da Prefeitura de São Paulo para o biênio 2019-2020 para melhorar a mobilidade urbana para quem anda a pé. Para isso, serão investidos R$ 400 milhões na recuperação de 1,5 milhão de metros quadrados de passeios públicos.

O investimento será executado até o fim do próximo ano, por meio do Plano Emergencial de Calçadas, e está previsto no Programa de Metas da Prefeitura. O projeto determina a construção ou reforma de calçadas que não atendam às normas previstas pela legislação municipal.

 

De Secretaria Especial de Comunicação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *