29/11/2021

Prefeitura lança licitação para reformar a esquina mais famosa da cidade: o cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João

Objetivo é resgatar o cartão-postal do centro histórico da cidade com novas calçadas e sinalização de estilo retrô; abertura dos envelopes com as propostas comerciais ocorre em 20 de dezembro



A Prefeitura de São Paulo, por meio da SP-Urbanismo, lançou, neste sábado (27), licitação pública para a requalificação e valorização da esquina das Avenidas Ipiranga e São João, na região central da cidade. O objetivo é torná-la um novo ponto de visitação para moradores e turistas, resgatando a vocação do centro histórico. Reforma de calçadas e travessias de pedestres, revestimento das fachadas de prédios que remetam a uma São Paulo antiga, iluminação especial nas paredes externas de edifícios históricos e sinalização em estilo retrô são algumas das ações previstas. Confira a publicação do Edital no Diário Oficial.

Para a requalificação da chamada Esquina Histórica, a SP-Urbanismo, empresa pública vinculada à Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL), desenvolveu uma proposta (que serve como referência para o Edital de Licitação) com o objetivo de qualificar a ocupação dos espaços públicos, fomentar o turismo e destacar o patrimônio histórico, cultural e artístico existente na região.

As intervenções estão divididas em duas áreas: Avenida Ipiranga (entre a Praça da República e a Avenida Rio Branco) e a região formada pelo encontro das ruas Conselheiro Nebias, dos Timbiras e Avenida São João.

Para a região da Avenida Ipiranga, o projeto prevê a reforma de calçadas, alargamento das vias e renovação dos pisos com acessibilidade e cores diferenciadas. Para garantir maior segurança aos pedestres, haverá a implantação de faixa em formato de “x” (diagonal) para tornar mais rápida e segura a travessia. Os postes de iluminação, semáforos e placas de identificação de rua serão substituídos por modelos no estilo retrô inspirados numa São Paulo antiga. Por fim, os edifícios vão ganhar iluminação cênica.

O projeto propõe ainda para o local a instalação de quatro esculturas em bronze como homenagem a personalidades marcantes da história da esquina mais famosa da cidade . São eles: os músicos e compositores Adoniran Barbosa e Paulo Vanzolini e profissionais tradicionais conhecidos como fotógrafo de lambe-lambe e tocador de realejo. As estátuas foram definidas junto à Secretaria Executiva de Turismo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SMDET).

Já para a área situada entre a Rua Conselheiro Nebias, Rua dos Timbiras e Avenida São João, a ideia é requalificá-la por meio da ampliação das calçadas, redução das travessias e revitalização dos postes de iluminação existentes e ampliação de novos pontos de luz para pedestres.

A instalação de mobiliário urbano (bancos e lixeiras) e a manutenção e implantação de novas árvores estão previstas para as duas áreas alvos do projeto.

 

 

Edital de Licitação

As empresas interessadas em participar da licitação pública para a requalificação urbana da Esquina Histórica deverão apresentar suas propostas comerciais em 20 de dezembro, entre 9h e 10h, no 15º andar do Edifício Martinelli. O endereço é Rua São Bento, nº 405, Centro – São Paulo.

A abertura dos envelopes ocorrerá a partir das 10h30. Será selecionada a empresa que oferecer o menor preço para a execução dos projetos e intervenções previstas.

O valor estimado da contratação é de R$ 5.086.704,85, e o prazo para execução é de 180 dias.

Clique aqui para conferir o Edital na íntegra

 

 

Ruas Temáticas

A requalificação urbanística da Esquina Histórica está inserida num plano mais amplo de requalificação do centro que prevê a implementação de ruas temáticas na cidade. Adensar e qualificar espaços públicos na região central, gerando mais oportunidades econômicas e sociais, são diretrizes da gestão.

No mês de agosto, a Prefeitura assinou um Termo de Cooperação com a Federação de Varejistas e Atacadistas do Brás (Fevabras) para a implantação do Boulevard Brás. O projeto de intervenção urbanística, que será 100% custeado pela Fevabras com um investimento de cerca de R$ 15 milhões, consiste em transformar a Rua Tiers num calçadão exclusivo para pedestres com novo calçamento, paisagismo e aterramento da fiação pública.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *