Projetos Urbanos

Preservar o patrimônio e valorizar as iniciativas culturais, melhorar a mobilidade urbana e promover o desenvolvimento econômico da cidade são algumas das estratégias do Plano Diretor Estratégico. Além disso, uma das linhas mestras da política de desenvolvimento urbano expressa pelo PDE e demais ações da Prefeitura de São Paulo é a de ativar a ocupação de espaços públicos, devolvendo ao uso e fruição de seus moradores importante patrimônio social, ambiental e histórico.

Nesta sessão você pode conferir os objetivos, o andamento e os arquivos referentes às diferentes propostas desenvolvidas pela Prefeitura para a cidade de São Paulo, baseadas nos princípios norteadores do Marco Regulatório.

 

Região central em foco

Ao observar a ampla importância do Centro na dinâmica municipal, bem como seu processo de desvalorização simbólica e degradação, torna-se um desafio e uma necessidade planejar ações de requalificação. Por meio de diferentes vertentes, a administração municipal propõe e implementa ações, programas e planos que visam a transformação da região central da cidade.

Vale do Anhangabaú: o projeto para a requalificação do Vale do Anhangabaú prevê a instalação dos quiosques, paraciclos, lixeiras, praça das águas, assentos em bancos de madeira, nova pista de skate e paisagismo e iluminação pública.

Reforma dos calçadões: a Prefeitura vai recuperar calçadas e calçadões na região central da capital.

Largo do Arouche: A requalificação proposta visa a melhoria do espaço com pavimentação, instalação de mobiliário urbano e proposta de equipamento social.

Parque Augusta: a sua implantação prevê espaços como redário, caminhos e passeios, playground inclusivo, cachorródromo, equipamentos de ginástica, sede administrativa, banheiros e outros.

Programa Centro Aberto: Busca transformar locais em espaços de convivência ao ar livre, priorizando o pedestre, melhorando as condições de permanência e de uso dos espaços públicos.  Após ser executado com sucesso em 5 pontos distintos, a Prefeitura vai expandir o programa para dez novas localidades, inclusive distantes do centro.

PIU Setor Central: o incentivo à habitação é o grande objetivo do Projeto. Para atrair até 220 mil novos moradores para a região, o Município prevê uma série de intervenções, como a qualificação de praças, parques e outros espaços públicos, criação de 113,4 km de Caminhos Verdes e reforma de 93,8 km de calçadas, além de ações para o atendimento da população vulnerável do local.